Centro de excelência médica em Curitiba, PR

Início » Artigos » Odontologia » Primeira consulta ao Odontopediatra – Quando levar o meu filho?

Primeira consulta ao Odontopediatra – Quando levar o meu filho?

Uma dúvida frequente que eu recebo é sobre a primeira consulta ao odontopediatra. Muita gente não sabe bem quando deve levar seu filho ao dentista pela primeira vez. Nesse artigo vamos conversar um pouquinho mais sobre isso.

Desde a gestação o bebê já pode e deve ser acompanhado pelo Odontopediatra. Quando isso não for possível, já nos primeiros dias de vida pode-se realizar a primeira consulta para avaliação do desenvolvimento de estruturas faciais e bucais.

  Caso os pais optem por aguardar e levar a criança ao dentista um pouco mais tarde, o ideal é que seja realizado ainda antes do primeiro ano de vida, pois diversos estudos nos mostram que crianças que fazem a primeira consulta ao Odontopediatra antes de ter o primeiro dente em boca, reduzem em até 95% a prevalência de desenvolver a doença cárie até os 3 anos de vida.” 

Primeira consulta ao Odontopediatra – O que esperar

Na primeira consulta o Odontopediatra realiza uma série de observações, entre elas:

  • Avaliação de freios linguais
  • Dentes natais e neonatais
  • Orientação sobre amamentação
  • Bicos artificiais (mamadeiras/ chupetas)
  • Uso de copos para o recém-nascido
  • Higienização da cavidade oral

Nesta primeira consulta os pais ainda recebem instruções de como aliviar o desconforto do nascimento dos primeiros dentes, uso de dedeiras de borracha, escovas e pastas dentais, podem tirar dúvidas sobre cronologia de desenvolvimento e erupção dentária, uso do flúor e sua importância, uso de fio dental, selantes, como realizar de maneira correta e efetiva a limpeza dos dentes e gengivas… e muito mais!

Benefícios da primeira consulta precoce

 

Hoje em dia a odontologia para bebês de 0 a 3 anos é mais do que uma realidade, é imprescindível para a promoção e manutenção de uma vida saudável.

Inúmeros são os benefícios na vida da criança que vai cedo ao Odontopediatra.

Podemos destacar:

  • Melhor cooperação com o tratamento
  • Redução do medo de dentista
  • Incorporação de bons hábitos na rotina
  • Evitar gastos futuros com tratamentos mais complexos
  • Aumento da qualidade de vida

No Brasil cerca de 59,4% das crianças até 5 anos de idade já apresentam cáries precoce da primeira infância, e por isso, quando chegam ao consultório, geralmente já apresentam um quadro de dor.

Essa dor, está associada a falta de apetite e perda de peso. Ainda, essa infecção causada pela cárie, quando atinge a polpa dentária, necessita de tratamentos de emergência como canal, drenagem de abcessos de origem dentária ou até mesmo a extração precoce do dente de leite.

Essa condição acaba associando o dentista a um ambiente muito desconfortável e pode gerar traumas na criança.


E como foi a sua experiência com seu Odontopediatra? Por acaso teve algum problema que poderia ter sido identificados com antecedência em seu filho? Conte-nos nos comentários abaixo e colabore com o bem-estar de muitos outros pais e crianças.

Dra Mariana Zenni - Odontopediatra

Dra. Mariana R. Zenni
Odontopediatra
CRO 26.219


Comente sobre este artigo